Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Uma pedra é uma pedra

por Manuel P., em 28.10.15

 

 

Não sejas uma pedra imóvel á beira da estrada,

rebola um pouco, segue a maresia e  repousa nas areias onde a maré rebenta.

Sente a ondulação rebentar em ti, moldar-te as formas e os sentidos

deixa as ondas levarem-te ao sabor das correntes

mostrar-te o frio, fazer sentir-te o calor dos trópicos e as especiarias.

 

Não sejas somente uma pedra imóvel na berma do caminho,

porque uma pedra é uma pedra, mas a mesma pedra pode ser uma outra pedra,

e se o caminho pode ser um lamaçal o mesmo caminho pode ser o separar de um vale repleto de vida

e um campo de areias e cloreto de sódio.

 

Porque uma pedra é uma pedra mas a mesma pedra pode ser uma outra pedra,

escolhe o tipo de pedra que queres ser, e não deixes ser a pedra que não queres.

 

Porque uma pedra é uma pedra, mas todas as pedras podem ser outra pedra

e a mesma pedra pode estar a beira do caminho,

mas se a pedra quiser, é uma pedra de uma parede de um castelo,

se a pedra quiser é uma pedra de um moinho

ou uma pedra adormecida pelo riacho ou uma montanha.

Mas se a pedra não quiser,

é apenas uma pequena e simples pedra.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:53


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D